Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Diferença de preço na gasolina 95 entre Portugal e Espanha continua a aumentar

O diferencial de preço médio semestral da gasolina sem chumbo 95 entre Portugal e Espanha tem vindo a aumentar desde 2000, sendo Portugal que apresenta o preço médio mais elevado, segundo o estudo A Península Ibérica em Números divulgado pelos institutos nacionais de estatística de ambos os países.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 22 de Dezembro de 2008 às 17:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O diferencial de preço médio semestral da gasolina sem chumbo 95 entre Portugal e Espanha tem vindo a aumentar desde 2000, sendo Portugal que apresenta o preço médio mais elevado, segundo o estudo “A Península Ibérica em Números” divulgado pelos institutos nacionais de estatística de ambos os países.

De acordo com o relatório, no primeiro semestre de 2008, a diferença entre o preço médio da gasolina 95 em Portugal e Espanha era de aproximadamente 29 cêntimos por litro, considerando o preço final de venda ao público, que já inclui impostos, o ISP e o IVA.

Em 2000, este preço era de cerca de 80 cêntimos por litro em Portugal e ligeiramente abaixo desse valor em Espanha. No final do primeiro semestre deste ano, os valores médios rondavam os 1,40 euros em Portugal e 1,10 euros no país vizinho.

O estudo apresenta outros indicadores estatísticos oficiais, sendo também de salientar que, em termos de comércio internacional, Espanha é o principal parceiro de Portugal, quer em importações quer em exportações. Portugal aparece posicionado em quarto lugar nas exportações e em oitavo lugar nas importações de Espanha.

Entre os produtos mais importantes nas exportações de Portugal para Espanha estavam, em 2007, o vestuário e acessórios de vestuário, bem como o ferro e o aço. Os produtos que Portugal mais importou do país vizinho foram os veículos (incluindo os de almofada de ar).

Em 2007, o nível de instrução de empregados e empregadores foi substancialmente mais baixo em Portugal do que em Espanha ou na União Europeia, sublinha o estudo. A percentagem de empregadores com instrução de nível superior em Portugal é inferior a metade do que se verifica em Espanha.

Ver comentários
Outras Notícias