Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Director-geral do FMI investigado por alegado favorecimento na contratação de estagiária

Dominique Strauss-Kahn, director-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) e ex-ministro francês das Finanças, está a ser investigado pela própria instituição para apurar se abusou do poder inerente ao cargo na contratação de uma estagiária, filha de um casal amigo seu.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 21 de Outubro de 2008 às 10:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Dominique Strauss-Kahn, director-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) e ex-ministro francês das Finanças, está a ser investigado pela própria instituição para apurar se abusou do poder inerente ao cargo na contratação de uma estagiária, filha de um casal amigo seu.

Em causa está o facto de Emilie Byhet, 26 anos, ter sido admitida em Fevereiro para um estágio de seis meses no FMI, alegadamente com base numa recomendação explícita de Strauss-Kahn.

O caso está a ser averiguado pelo departamento jurídico da instituição que, entretanto, voltou a levantar a “poeira” em torno do “affair” que o ex-ministro francês manteve com uma funcionária do Fundo, Piroska Nagy, antiga directora da Departamento África.

Num e-mail ontem enviado aos funcionários do FMI, Strauss-Kahn pede desculpa, afirmando ter "cometido um erro de julgamento por ter iniciado uma relação com um subordinado".

Garante que a responsabilidade do incidente é "exclusivamente sua", e que pediu também desculpas à sua mulher – Anne Sinclair, uma proeminente, e bela, jornalista da televisão pública francesa.



Quanto ao alegado favorecimento da filha do casal amigo, o chefe do FMI diz estar "convencido de que não excedeu as suas funções". Mas, conclui, “obviamente que vou seguir as instruções do conselho de administração de forma a resolver o problema".

As “nuvens” em torno de Strauss-Kahn surgem numa altura em que o FMI está a tentar reconquistar um papel central na resposta à actual crise e no modelo futuro de governação do sistema financeiro mundial.

Ver comentários
Outras Notícias