União Europeia Dombrovskis: Portugal "melhorou bastante"

Dombrovskis: Portugal "melhorou bastante"

"Espero que todos os portugueses comecem a sentir o crescimento económico no seu quotidiano", referiu o vice-presidente da Comissão Europeia.
Dombrovskis: Portugal "melhorou bastante"
Bloomberg
Negócios 01 de março de 2018 às 13:54

O vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, afirmou esta quinta-feira à chegada a Portugal que "a situação no país melhorou bastante".

 

"Espero que todos os portugueses comecem a sentir o crescimento económico no seu quotidiano", pelo que "devemos continuar a fazer esforços para que a economia portuguesa se fortaleça e o crescimento económico possa ser duradouro e beneficiar todos os membros da sociedade", afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia.

 

Dombrovskis está esta quinta-feira em Portugal e publicou esta mensagem num post no Facebook depois de ter aterrado em Lisboa.



O vice-presidente da Comissão Europeia vai participar numa conversa com Mário Centeno sobre a União Económica e Monetária, no âmbito de uma iniciativa de diálogo com os cidadãos que será moderada pelo Negócios e decorrerá no ISEG às 18:00.

 

Dombrovskis diz que irá "debater com as autoridades portuguesas reformas concretas que contribuam" para o objectivo de melhorar a economia portuguesa.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 01.03.2018

A situação de pré-bancarrota vivida por Portugal e Grécia foi nada mais do que o reflexo de uma enorme bolha especulativa no mercado de trabalho que teve de rebentar tal era o inchaço. Parece que nesses mesmos países, por obra e (des)graça de esquerdas e sindicatos, já se está a formar outra.

comentários mais recentes
saraiva14 01.03.2018

Quem foi que enganou este!? Foi a Mortágua ou foi a Catarina Martins! Dizer que Portugal melhorou é mesmo não perceber patavina do que cá se passa!

Anónimo 01.03.2018

Em muitas organizações portuguesas, mesmo aqueles que estão entre os melhores técnicos do sector, estão em demasia na respectiva organização e eu não tenho que lhes andar a subsidiar o ordenado nem a pagar a futura e muito generosa pensão de reforma. Quem não cria valor e apenas se limita a extraí-lo, por muito boa pessoa e profissional que seja, tem direito ao RSI e a ir oferecer os seus préstimos lá para onde exista procura real, efectiva, para eles. O dealbar das bancarrotas portuguesas, no geral, e o das 3 últimas em particular, tem única e exclusivamente a ver com isto, ao qual se pode chamar má alocação de factores produtivos na economia.

Anónimo 01.03.2018

A situação de pré-bancarrota vivida por Portugal e Grécia foi nada mais do que o reflexo de uma enorme bolha especulativa no mercado de trabalho que teve de rebentar tal era o inchaço. Parece que nesses mesmos países, por obra e (des)graça de esquerdas e sindicatos, já se está a formar outra.

pub