Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Durão Barroso saúda aprovação do Tratado de Lisboa pelo parlamento checo

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, saudou hoje a aprovação do Tratado de Lisboa pela Câmara baixa do parlamento checo e fez votos para que o Senado também dê o seu aval rapidamente.

Negócios com Lusa 18 de Fevereiro de 2009 às 12:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, saudou hoje a aprovação do Tratado de Lisboa pela Câmara baixa do parlamento checo e fez votos para que o Senado também dê o seu aval rapidamente.

Considerando que a aprovação de hoje constitui "um sinal importante do compromisso do parlamento em relação à Europa, numa altura em que a presidência checa (da UE) está a trabalhar com dedicação e competência", Durão Barroso disse esperar agora "que o Tratado seja aprovado rapidamente pelo Senado, para que o processo de ratificação possa ser finalizado".

Os deputados checos aprovaram hoje o Tratado de Lisboa, primeira etapa para uma ratificação que já foi adiada diversas vezes no país que detém actualmente a presidência rotativa da União Europeia.

Dos 197 deputados presentes na Câmara baixa, composta por 200 assentos, 125 votaram a favor e 61 manifestaram-se contra.

Agora devem pronunciar-se os senadores, ficando depois a faltar que o eurocéptico Presidente checo, Vaclav Klaus, aceite promulgar o texto.

A República Checa era o único país da UE que ainda não se tinha pronunciado sobre o texto. Para entrar em vigor, o Tratado de Lisboa tem de ser aprovado pelos 27 países da UE.

Ao nível europeu, a reforma das instituições continua dependente do referendo que a Irlanda tenciona organizar em Outubro ou Novembro próximos, depois do "não" pronunciado em Junho passado.

Ver comentários
Outras Notícias