Europa Economia britânica com o pior semestre desde 2012

Economia britânica com o pior semestre desde 2012

O consumo das famílias no Reino Unido, no segundo trimestre, cresceu ao ritmo mais baixo desde 2014, contribuindo para o abrandamento da economia.
Economia britânica com o pior semestre desde 2012
Reuters
Nuno Carregueiro 24 de agosto de 2017 às 10:15

O PIB do Reino Unido cresceu 0,3% no segundo trimestre, de acordo com a segunda estimativa revelada hoje pelo instituto de estatística britânico, que saiu em linha com o anunciado anteriormente.

 

Apesar de ter acelerado ligeiramente (o PIB cresceu 0,2% no primeiro trimestre), a economia britânica registou no conjunto do primeiro semestre o pior desempenho desde 2012, levando o instituto de estatística britânico a falar de um "abrandamento pronunciado".

 

A contribuir para este crescimento mais lento da economia britânica está o travão que as famílias estão a colocar nos gastos. O consumo privado cresceu apenas 0,1% no segundo trimestre, abaixo do esperado pelos economistas e ao ritmo mais lento desde 2014.


De acordo com os economistas, as famílias britânicas estão relutantes em aumentar o consumo devido à subida dos preços e à incerteza gerada com o Brexit, cujo desfecho e impacto não é ainda claro. A queda na compra de carros é um dos sinais mais evidentes deste corte nos gastos das famílias.

 

As estimativas dos economistas apontam para que o crescimento do PIB britânico abrande para 1,5% este ano e 1,3% em 2018, depois da expansão de 1,8% em 2016.

 

 

   




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI