Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Economia britânica cresceu 0,8% no primeiro trimestre de 2014

O produto interno bruto do Reino Unido cresceu 0,8% nos primeiros três meses de 2014 face ao último trimestre do ano passado. Por outro lado, face ao primeiro trimestre de 2013, a economia britânica cresceu 3,1%.

10 - Reino Unido
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 29 de Abril de 2014 às 10:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A economia britânica cresceu, pelo quinto trimestre consecutivo, nos três primeiros meses de 2014. De Janeiro a Março, o produto interno bruto (PIB) do Reino Unido avançou 0,8% face aos 0,7% registados no quarto trimestre de 2013, de acordo com os dados divulgados esta manhã, dia 29 de Abril, pelo gabinete britânico de estatísticas.

 

"O PIB cresce agora pelo quinto trimestre consecutivo, o período contínuo mais longo de crescimento desde a recessão e está 0,6% abaixo do pico anterior à recessão, no primeiro trimestre de 2008", escreve o gabinete britânico de estatísticas no seu site.

 

Ainda assim, a evolução da economia britânica ficou ligeiramente aquém do estimado pelos analistas consultados pela Bloomberg, que apontavam para uma expansão de 0,9%.

 

Por outro lado, comparando com o primeiro trimestre de 2013, o PIB britânico cresceu 3,1% nos primeiros três meses deste ano, de acordo com os dados oficiais.

 

O Reino Unido, de acordo com a Bloomberg, está a caminhar na direcção de ser a economia que regista o crescimento mais rápido entre os sete países mais industrializados do mundo. Esta expansão económica pode vir a fazer com que o Banco de Inglaterra altere a sua política monetária no final deste ano. Actualmente, a taxa de juro de referência no Reino Unido é de 0,5%.

 

O governador da autoridade monetária britânica, Mark Carney, numa entrevista publicada na imprensa britânica, e citada pela agência de informação norte-americana, salientou que a recuperação económica está a verificar-se e que as autoridades estão "prudentemente optimistas".

 

Por outro lado, James Knightley, economista da ING Bank, numa nota de “research” a que a Bloomberg teve acesso, aponta que “a economia [do Reino Unido] está a recuperar e está a crescer de forma robusta”.

 

"Continuamos a antecipar o mês de Fevereiro de 2015 como a data para o primeiro aumento das taxas de juro por parte do Banco de Inglaterra, mas não seria uma surpresa total se [uma subida das taxas de juro] acontecesse antes do final deste ano", acrescenta.

 

A taxa de inflação, de acordo com os dados divulgados no passado dia 15 de Abril, desceu para 1,6%, o valor mais baixo desde 2009.

Ver comentários
Saber mais Reino Unido PIB
Outras Notícias