Economia Economia do mar quer aumentar contribuição para o PIB em 50% até 2020

Economia do mar quer aumentar contribuição para o PIB em 50% até 2020

António Nogueira Leite, presidente do Fórum Oceano, aponta "a legislação excessiva" como um dos principais constrangimentos para o crescimento da economia do mar.
Economia do mar quer aumentar contribuição para o PIB em 50% até 2020
Pedro Elias
André Vinagre 02 de março de 2016 às 11:08

O principal objectivo para a indústria do mar é aumentar a contribuição para o PIB em 50% até 2020, disse o presidente da associação da economia do mar, Fórum Oceano, esta quarta-feira, 2 de Março, no Roadshow da AICEP, em Setúbal.

 

Ainda assim, António Nogueira Leite (na foto) disse que a economia do mar em Portugal ainda é pequena, não tendo mudado substancialmente nos últimos 10 anos. Um dos principais constrangimentos é "a legislação excessiva", afirmou.

 

Nogueira Leite apontou ainda a indefinição quanto a formas de resolução de conflitos, o baixo grau de cooperação, o afastamento entre empresas e a insuficiente informação estatística como factores decisivos para o fraco crescimento da economia do mar em Portugal.

 

O presidente do Fórum Oceano vê potencialidades para esta indústria em Portugal na posição geográfica, na qualidade do peixe e na dinâmica do sector conserveiro.

 

"Nós temos os cérebros e temos de os pôr a funcionar para a economia deste sector", referiu Nogueira Leite. "Queremos passar das palavras à acção. O potencial está lá, agora é tempo de o usar", afirmou.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI