Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Economia espanhola pode cair 2,8% e taxa de desemprego atingir os 17,7%

As últimas previsões do centro de estudos do BBVA indicam que a economia espanhola pode cair 2,8% em 2009 e 0,3% em 2010. A taxa de desemprego do país pode atingir os 17,7% este ano e os 19,7% no próximo ano, segundo o banco espanhol.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 16:02
As últimas previsões do centro de estudos do BBVA indicam que a economia espanhola pode cair 2,8% em 2009 e 0,3% em 2010. A taxa de desemprego do país pode atingir os 17,7% este ano e os 19,7% no próximo ano, segundo o banco espanhol.

O BBVA apresentou hoje as últimas previsões para a economia espanhola. De acordo com o economista-chefe do banco, José Luis Escrivã, o produto interno bruto (PIB) do país vai cair 2,8% este ano e 0,3% no próximo. A taxa de desemprego pode disparar para os 17,7% este ano e os 19,7% no próximo ano.

Em Novembro, as previsões do banco para 2009 indicavam uma queda de 1% do PIB e uma subida de 15,4% da taxa de desemprego.

As estimativas do BBVA são mais pessimistas que as do Governo espanhol, que espera uma queda de 1,6% do PIB em 2009 e uma subida de 1,2% em 2010. O Executivo antecipa, ainda, uma taxa de desemprego de 15,9% em 2009 e de 16,7% em 2010.

Segundo os cálculos do banco, se as contribuições das empresas para a segurança social caírem 3,5 pontos percentuais e o IVA aumentar dois pontos seria possível criar 280 mil novos empregos, que representariam meio ponto do PIB.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio