Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Economia portuguesa manteve tendência ascendente em Agosto (act)

A economia nacional continuou a dar sinais positivos em Agosto, mantendo a tendência de ascendente verificada nos últimos meses, revelou hoje o Banco de Portugal.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 22 de Setembro de 2006 às 13:41
  • Partilhar artigo
  • ...

A economia nacional continuou a dar sinais positivos em Agosto, mantendo a tendência de ascendente verificada nos últimos meses, revelou hoje o Banco de Portugal.

"Em Agosto, o indicador coincidente mensal para a evolução homóloga tendencial da actividade económica, calculado pelo Banco de Portugal, manteve uma trajectória ascendente", refere a instituição nos Indicadores de Conjuntura hoje anunciados.

Em Agosto o indicador coincidente registou um crescimento homólogo de 1%, acima dos 0,9% verificados em Julho. Esta evolução positiva tem-se registado desde o início do ano (sétima subida consecutiva) uma vez que em Janeiro este indicador avançou 0,3%, em Fevereiro 0,4% até chegar aos 1% no mês em análise.

Estes dados reforçam a recuperação visível noutros relatórios que têm sido divulgados. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) o Produto Interno Bruto (PIB) em Portugal registou uma taxa de variação homóloga real de 0,9% (1,1% no trimestre anterior) reflectindo "um comportamento favorável da procura externa líquida.

Esta contribuiu com 2,6 pontos percentuais para a taxa de variação homóloga do PIB (1,2 pontos percentuais no primeiro trimestre de 2006) "em resultado" da manutenção do elevado ritmo de exportações (variação homóloga de 7,6%) e de uma diminuição do volume das importações (menos 0,3%).

O indicador coincidente para a variação homóloga tendencial do consumo privado também "voltou a apresentar uma melhoria em Agosto", refere o Banco de Portugal sublinhando que quer qualitativos quer quantitativos "apontam para uma aceleração do consumo privado no terceiro trimestre de 2006".

Segundo a mesma fonte, as vendas de veículos ligeiros de passageiros aumentaram 4,2% em termos homólogos após diminuições de 4,1% em Julho e de 9,2% no segundo trimestre de 2006. Também o índice de volume de negócios no comércio a retalho, divulgado pelo INE, aumentou 4,3% em termos homólogos o que compara com uma diminuição de 0,6% no segundo trimestre de 2006.

Outras Notícias