Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Emprego na indústria cai 3,6% em 2001; remunerações sobem 1,6%

O emprego na indústria recuou 3,6% no ano passado, enquanto as remunerações aumentaram 1,6%, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). O número de horas trabalhadas diminuiu 3,7% em 2001.

João Mata 14 de Fevereiro de 2002 às 11:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O emprego na indústria recuou 3,6% no ano passado, enquanto as remunerações aumentaram 1,6%, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). O número de horas trabalhadas diminuiu 3,7% em 2001.

Em Dezembro, o emprego na indústria recuou 1% em termos mensais e apresentou uma diminuição de 5,1% face ao mesmo mês de 2000.

No conjunto do último ano, a maior diminuição do emprego verificou-se no sector da produção e distribuição de electricidade, gás e água, que foi responsável por uma quebra de 9,2%.

Nas indústrias transformadoras os níveis de emprego recuaram 3,6% no ano passado, enquanto as indústrias extractivas foram as únicas a contrariar esta tendência, com o emprego a aumentar 2,5%.

Em termos de remunerações, nas indústrias extractivas verificou-se uma subida de 12,2% em 2001, com a necessidade de mão-de-obra a forçar as entidades empregadoras a aumentarem os salários.

Nas indústrias transformadoras, as remunerações avançaram 1,4% face ao ano anterior, tendo apresentado um crescimento de 1,5% na produção e distribuição de electricidade, gás e água.

No conjunto dos sectores, as remunerações aumentaram 8,9% em Dezembro, face ao mês anterior, apesar de terem recuado 2,5% face ao último mês de 2000.

Relativamente às horas trabalhadas, em Dezembro registou-se uma diminuição mensal de 10,8% e homóloga de 4%, fruto da existência de menos dias de trabalho, devido à época do Natal.

A produção de electricidade, gás e água foi o sector em que houve uma maior descida do número de horas trabalhadas em 2001, com a quebra a cifrar-se nos 6,5%, enquanto as indústrias transformadoras apresentaram um recuo de 3,7%.

Nas indústrias extractivas o total de horas trabalhadas aumentou 3% no ano passado, segundo a mesma fonte.

Ver comentários
Outras Notícias