Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Encomendas às fábricas nos EUA caem 1,4%

As encomendas às fábricas norte-americanas caíram 1,4%, em Novembro, representando o primeiro declínio em três meses, marcado por menor procura de computadores e produtos electrónicos, de acordo com os dados hoje divulgados pelo governo dos EUA.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 06 de Janeiro de 2004 às 15:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As encomendas às fábricas norte-americanas caíram 1,4%, em Novembro, representando o primeiro declínio em três meses, marcado por menor procura de computadores e produtos electrónicos, de acordo com os dados hoje divulgados pelo governo dos EUA.

As encomendas baixaram para os 336,9 mil milhões de dólares (266,2 mil milhões de euros), depois de um ganho de 2,4%, em Outubro, disse o Departamento do Comércio em Washington.

Esta queda foi a maior desde a diminuição de 2,6%, em Abril. Os economistas tinham previsto um decréscimo de 1,5% nas encomendas de Novembro para os 336,1 mil milhões de dólares (265,6 mil milhões de euros).

Excluindo equipamentos de transporte, as encomendas à indústria norte-americana baixaram 1,5%, representando também a maior diminuição desde Abril.

Esta foi a segunda vez, em sete meses, que a indústria dos Estados Unidos registou uma baixa nas suas encomendas, embora tenha ficado 6% acima do que em igual período do ano anterior.

A diminuição das encomendas foi influenciada por uma queda de 2,5% nos pedidos por bens duradouros, que perfazem metade do indicador.

Em Novembro, os pedidos por bens não duradouros, que incluem químicos industriais, medicamentos, papéis e têxtil, caíram 0,2%, depois do aumento de 0,6% verificado no mês anterior.

Um índice privado relativo à indústria manufactureira relativo a Dezembro aumentou para o valor mais alto em duas décadas e mostrou que as empresas fizeram mais encomendas do que em qualquer outra altura desde 1950, sugerindo que os pedidos vão aumentar.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias