Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Esforço financeiro do Estado com empresas aumentou 69%

Os apoios financeiros do Estado às Empresas Públicas não Financeiras (EPNF), a empresas privadas e com o aumento de capital da CGD aumentou 68,8% em 2009 face ao ano anterior fixando-se em 2.119 milhões de euros, revela o relatório anual do Sector Empresarial do Estado.

Negócios negocios@negocios.pt 30 de Julho de 2010 às 16:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As indemnizações compensatórias, dotações de capital, empréstimos e assumpção de passivos foram da ordem dos mil milhões de euros (1.091 milhões de euros), mais 31,2% quem em 2008.

Com o aumento de capital da Caixa geral de Depósitos o Estado aplicou mil milhões de euros, quando em 2008 esse valor foi de 400 milhões de euros.

Os apoios financeiros a empresas privadas, “como contrapartida da prestação de serviços públicos” registou um acréscimo de 19,7%, fixando-se em 27,7 milhões de euros.

A gestão de infra-estruturas, como relevo para as rodoviárias e as classificadas como "outras", assim como o sector da Saúde explicam a parcela mais significativa do aumento do esforço financeiro do Estado com as Empresas Públicas Não Financeiras (EPNF).

As infra-estruturas portuárias não mereceram em 2009 qualquer apoio do Estado, contrastando com o valor recebdio em 2008 (cerca de três milhões de euros)
.
Na Saúde, os gastos do Estado com empresas mais do que duplicou, passando de 106,6 milhões para 263,4 milhões de euros.

Eis o quadro síntese que tem como fonte o relatório anual do Sector Empresarial do Estado:




Ver comentários
Outras Notícias