Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Espanha propõe agravamento de impostos para remunerações milionárias

O ministro do Trabalho espanhol quer introduzir um imposto "especialmente elevado" para incidir sobre remunerações "muito altas". Quando definiu o imposto, o ministro podia ter em mente os dirigentes da banca.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 04 de Julho de 2011 às 11:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Valeriano Gómez defende que a "os rendimentos a partir de um nível que se considere elevado deveriam ter um agravamento fiscal maior", segundo declarou à cadeia de televisão Telecinco, citada pelo diário "Expansión".

Este imposto terá em mente os salários dos executivos da banca. Nos cursos de Verão da Universidade Menéndez Pelayo, o ministro acusou a banca de ser responsável por cinco milhões de desempregados no país. Além disso fez críticas à política de remunerações que vai vigorar no Bankia.

Na instituição que resulta da fusão de sete "cajas" espanholas os salários dos executivos de topo equivalem a mil vezes as remunerações dos funcionários de base. Depois de muitas "cajas de ahorros" terem enfrentado a insolvência e ameaçado o sistema financeiro espanhol, estas instituições foram salvas pelo governo, que promoveu a consolidação do sector para que se reforçassem os rácios de capital.

"É um modelo que não tem futuro nenhum, não é possível pensar em ter a lealdade dos funcionários de base mantendo esse tipo de diferenças”" defendeu o ministro Valeriano Gómez na universidade de Verão.
Ver comentários
Saber mais Espanha salário banca cajas Trabalho
Outras Notícias