Saúde Espírito Santo Saúde compra terrenos ao lado do Hospital da Luz com desconto de 10%

Espírito Santo Saúde compra terrenos ao lado do Hospital da Luz com desconto de 10%

Se a proposta for concretizada a pronto-pagamento, como é sua intenção, a dona do Hospital da Luz vai beneficiar de um desconto. Ou seja, em vez dos 15,58 milhões que servem de base à proposta, a ES Saúde, que se vai tornar na Luz Saúde, só deverá ter de pagar 14 milhões.
Espírito Santo Saúde compra terrenos ao lado do Hospital da Luz com desconto de 10%

A Espírito Santo Saúde fez uma proposta de compra para os terrenos contíguos ao Hospital da Luz, para onde este se quer expandir. O valor mínimo proposto é 15,58 milhões de euros. Mas, se for tudo pago no momento inicial, que é a intenção, haverá lugar a um desconto. A empresa deverá, por isso, gastar cerca de 14 milhões de euros.

 

A Espírito Santo Saúde está interessada nestes terrenos adjacentes ao Hospital da Luz, que foi a hasta pública em Outubro passado. Contudo, a companhia não pôde comparecer ao leilão já que se encontrava com os poderes de gestão limitados, visto se encontrar alvo de oferta pública de aquisição.

 

Agora, como a OPA já terminou, com a Fidelidade a ficar como accionista com 96% do seu capital, a ES Saúde já pode tentar adquirir os terrenos. E Foi isso que fez. A Espírito Santo Saúde fez uma proposta à Câmara Municipal de Lisboa. Ofereceu 15,58 milhões de euros, que era o valor mínimo de licitação do imóvel onde, neste momento, está instalado o quartel do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, noticiou o Diário Económico e confirmou o Negócios junto da Espírito Santo Saúde.

 

Da parte da Câmara Municipal de Lisboa, não foi recebida qualquer resposta, apesar dos contactos do Negócios. Ao final da tarde, foi enviado um e-mail com a confirmação de que, na sequência da hasta pública, estes "terrenos para construção da rua Alberto Einstein, tornejando para as ruas Galileu Galilei e Alberto Quintanilha", foram adjudicados provisoriamente à Espírito Santo – Unidades de Saúde e Apoio à Terceira Idade, SA Saúde. 

 

As regras de hastas públicas indicam que, depois de leilões feitos em que não apareceram compradores, é possível a apresentação de qualquer proposta por parte de qualquer interessado. E com um desconto no pronto-pagamento.

 

O pronto pagamento ocorre no acto da escritura. Neste momento, ainda não há certezas mas o desejo da empresa, agora controlada pela Fidelidade, é assegurar todo o pagamento, confirmou o Negócios. É isso que se espera.

 

 

 
O que a ES Saúde quer fazer nos terrenos contíguos ao hospital

Os planos de expansão da ES Saúde para o Hospital da Luz contemplam duas alternativas que podem ser executadas em simultâneo, segundo o prospecto de dispersão da empresa em bolsa, divulgado em Janeiro.

 

Por um lado, admite-se construir mais um piso no actual edifício, o que aumentaria a área disponível em 5.200 metros quadrados e aumentaria a capacidade da unidade em 16%. Outra opção é a instalação de um novo edifício em terrenos já detidos pela ES Saúde, com uma área de construção de 6.500 metros quadrados. A execução destes planos implicará um investimento de 60 a 70 milhões de euros, faltando definir a forma de financiamento.

Se conseguir adquirir o terreno onde está instalado o quartel de bombeiros, a capacidade de expansão do Hospital da Luz quase triplica, já que a ES Saúde passa a dispor de quase mais 30 mil metros quadrados de área de construção.

 (Notícia actualizada às 19h31 com e-mail enviado pela CML)

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI