Saúde EUA confirmam primeira morte por coronavírus e restringem viagens

EUA confirmam primeira morte por coronavírus e restringem viagens

Os Estados Unidos confirmaram a primeira morte por coronavírus, O executivo de Donald Trump autorizou agora novas restrições a passageiros que tenham estado no Irão e aprovou medidas adicionais para quem venha de Itália e Coreia do Sul.   
EUA confirmam primeira morte por coronavírus e restringem viagens
Reuters
Negócios com Lusa 29 de fevereiro de 2020 às 19:29

Uma paciente morreu este sábado no estado norte-americano de Washington depois de contrair o coronavírus, anunciou o porta-voz do departamento de saúde daquele estado, sendo esta a primeira morte nos Estados Unidos provocada pela epidemia.

Embora as estimativas mais recentes apontem para menos de 100 casos do vírus nos Estados Unidos, alguns dos pacientes diagnosticados nos últimos dias não têm ligação conhecida com o surto.

O executivo de Donald Trump anunciou que, depois de ter restringido viagens à China, o país autorizou agora novas restrições, a passageiros que tenham estado no Irão e aprovou medidas adicionais para quem venha de Itália e Coreia do Sul.   

As autoridades de saúde do estado da Califórnia, Oregon e Washington revelaram preocupação com o novo coronavírus que se espalhou pelas comunidades da costa oeste depois de confirmar que três pacientes foram infectados por meios desconhecidos.

Os pacientes - uma mulher idosa do norte da Califórnia com problemas crónicos de saúde, uma estudante do ensino médio em Everett, Washington, e uma funcionária de uma escola da região de Portland, Oregon - não viajaram recentemente para o exterior, nem tiveram contato próximo com um viajante ou um pessoa infetada, segundo as autoridades.

A epidemia de Covid-19, provocada pelo novo coronavírus detetado na China no final do ano, já infetou 85.203 pessoas, e provocando a morte a 2.921, segundo as autoridades dos 60 países e territórios afetados. Das pessoas infetadas, mais de 36 mil recuperaram.

Em Portugal, os 59 casos suspeitos que fizeram testes nos hospitais deram todos negativos de coronavírus.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI