Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EUA querem acelerar reforma do sistema financeiro

O secretário do Tesouro norte-americano Timothy Geithner declarou quarta-feira em Washington que queria aproveitar a reunião do G20 Finanças prevista para sexta-feira e sábado, na Coreia do Sul, para acelerar a reforma do sistema financeiro mundial.

Lusa 03 de Junho de 2010 às 09:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O secretário do Tesouro norte-americano Timothy ner declarou quarta-feira em Washington que queria aproveitar a reunião do G20 Finanças prevista para sexta-feira e sábado, na Coreia do Sul, para acelerar a reforma do sistema financeiro mundial.

"O que queremos, é acelerar os progressos que nos permitam chegar a acordos sobre os pontos centrais da reforma do sistema financeiro mundial e aplicá-los", declarou Geithner.

"Os três pontos mais importantes" da reforma são "o reforço da transparência e as obrigações de divulgação aos quais estão submetidas as instituições e o sistema financeiro", a "criação de uma estrutura mundial harmoniosa que enquadre os mercados de produtos derivados", e "um novo acordo sobre as normas de capital e liquidez das maiores instituições financeiras mundiais", disse o ministro.

Geithner fez estas declarações numa conferência de imprensa consagrada ao encontro dos ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais dos países ricos e emergentes que formam o Grupo do Vinte, previsto para sexta-feira e sábado em Busan, na Coreia do Sul.

Sobre a questão das novas normas de capital e de liquidez que os Estados Unidos querem ver definidos para as maiores instituições financeiras até ao fim do ano, Geithner considerou "perfeitamente razoável que exista um período de transição", durante o qual as empresas interessadas podem adaptar-se ao novo quadro de regulação.

O ministro não deixou antever grandes progressos após a reunião de Busan, indicando que se trata de um encontro destinado a permitir que a cimeira dos chefes de Estado e de governo do G20, prevista para o fim do mês, no Canadá, seja o mais eficaz possível.

Ver comentários
Outras Notícias