Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor seis meses recua após quatro dias em alta

As taxas interbancárias caíram hoje nos vários prazos temporais, com a taxa a seis meses a interromper quatro dias seguidos de subidas. Excepção, hoje, para a Euribor a três meses, que permaneceu inalterada.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 14 de Outubro de 2009 às 10:35
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...
As taxas interbancárias caíram hoje nos vários prazos temporais, com a taxa a seis meses a interromper quatro dias seguidos de subidas. Excepção, hoje, para a Euribor a três meses, que permaneceu inalterada.

A taxa a seis meses, que é a mais utilizada como indexante do crédito à habitação, desceu, pela primeira vez nas últimas cinco sessões, para 1,022%, enquanto a taxa a três meses se manteve nos 0,742%.

Nos prazos mais longos também se registaram quedas, com a taxa a 12 meses a descer 0,4 pontos base para 1,243% e a taxa a nove meses a cair para 1,143%. A tendência de subida mantinha-se desde quinta-feira, aquando da reunião em que o Banco Central Europeu manteve a taxa de juro de referência inalterada em 1%.

Jean-Claude Trichet, presidente da autoridade monetária da Zona Euro, adiantou que “temos sinais de estabilização” que sugerem que, a partir do segundo trimestre, as economias do euro puseram travão à “queda livre” que se assistia desde o final de 2008.

Esta declaração teve impacto no mercado, já que o BCE indiciou que poderá vir a rever a política monetária durante 2010, antecipando-se aumentos no preço do dinheiro. As Euribor tendem a antecipar os movimentos da taxa de juro directora, daí as recentes subidas destas taxas interbancárias.

Ver comentários
Outras Notícias