Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Excedente quase desapareceu sem efeito “evidente” da epidemia

O comunicado do Ministério das Finanças atribui a degradação das contas públicas aos impactos já visíveis da covid-19. Mas o boletim da Direção-geral do Orçamento diz que os efeitos ainda não se fizeram sentir em março “de forma evidente”.

O Ministério das Finanças divulgou esta segunda-feira os números da execução orçamental de março. Miguel Baltazar
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Ao terceiro mês do ano, o excedente orçamental das administrações públicas já praticamente desapareceu. Comparando com o primeiro trimestre de 2019, encolheu 762 milhões de euros. Mas a forte degradação das contas ainda não pode ser atribuída "de forma evidente" à pandemia de covid-19, diz a Direção-geral do Orçamento (DGO), apesar de essa ter sido a primeira leitura feita pelo Governo.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais coronavírus covid-19 contas públicas
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias