Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exportações chinesas quebram 13,8% em Outubro

A quebra de 13,8% nas vendas da China ao exterior no mês passado foi, ainda assim, o melhor resultado desde o início do impacto da crise económica na terceira maior economia do mundo.

Negócios com Lusa 11 de Novembro de 2009 às 10:55
  • Partilhar artigo
  • ...
A quebra de 13,8% nas vendas da China ao exterior no mês passado foi, ainda assim, o melhor resultado desde o início do impacto da crise económica na terceira maior economia do mundo.

Pelas contas da Administração-geral das Alfândegas da China, nos primeiros dez meses de 2009, as exportadores chinesas somaram 957.360 milhões de dólares (660.000 milhões de euros), menos 20,5% que em igual período do ano anterior.

Já as importações desceram 19% no mesmo período, para 798.130 milhões de dólares (550.000 milhões de euros), somando o excedente comercial da China 159.230 milhões de dólares (110.000 milhões de euros) até Outubro.

Os números do consumo interno no país asiático são, no entanto, mais positivos. Segundo informou hoje o gabinete local de estatísticas, as vendas a retalho em Outubro aumentaram 16,2% em relação a igual período de 2008.

Este trata-se de um dos principais indicadores do consumo interno, área privilegiada pelo governo chinês para compensar o persistente declínio das exportações e impulsionar a recuperação económica.

Segundo a mesma fonte, a produção industrial chinesa também subiu no mês passado (mais 16,1%), e entre Janeiro e Outubro cresceu 9,4% face ao período homólogo.

Segundo as previsões do Banco Mundial, a economia chinesa, a terceira maior do mundo a seguir aos Estados Unidos e ao Japão, deverá crescer 8,4% em 2009.




Ver comentários
Outras Notícias