Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exportações japonesas recuam ao ritmo mais rápido de sempre em Novembro

As exportações do Japão afundaram em Novembro, ao rito mais rápido de sempre, com a recessão económica a penalizar a procura de automóveis e de produtos electrónicos, o que poderá levar a mais encerramentos de fábricas e cortes de postos de trabalho.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 22 de Dezembro de 2008 às 09:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As exportações do Japão afundaram em Novembro, ao ritmo mais rápido de sempre, com a recessão económica a penalizar a procura de automóveis e de produtos electrónicos, o que poderá levar a mais encerramentos de fábricas e cortes de postos de trabalho.

Face ao mesmo período do ano passado, as exportações japonesas caíram 26,7%, de acordo com a Bloomberg, que cita dados divulgados hoje em Tóquio pelo ministro das Finanças do país.

Esta queda foi pior que o estimado pelos economistas consultados pela Bloomberg, que previam uma descida de 22,3%, e é o maior tombo desde que são conhecidos dados, em 1980.

Segundo o Banco do Japão, os carregamentos para os Estados Unidos recuaram 34%, enquanto as vendas para a China desceram para mínimos de 13 anos.

Na semana passada o BoJ desceu os juros no país para 0,1% e adiantou que pretende comprar dívida corporativa às empresas para diminuir o risco de crédito.

Além do abrandamento económico, as exportações das empresas nipónicas foram também penalizadas pela valorização do iene face ao dólar, que apreciou cerca de 25%.

Ver comentários
Outras Notícias