Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exportações aceleram no final do ano e crescem 4,9%

As exportações portuguesas de bens registaram em Dezembro um crescimento homólogo de 4,9%, depois de terem recuado no mês anterior. Importações avançaram 1,3%.

Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2015 às 11:05
  • Partilhar artigo
  • 16
  • ...

O final do ano passado revelou uma dinâmica maior das exportações portuguesas de bens. O crescimento homólogo de 4,9% em Dezembro foi o terceiro maior do ano, depois de Outubro ter sido o melhor mês de 2014 (9,2%). No entanto, não evitaram que, para o total do ano, as vendas ao exterior tenham registado uma variação de apenas 1,9%.

 

Os números publicados segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que por trás desta variação mais positiva no final do ano está o comércio para outros países da União Europeia, com destaque para os "combustíveis minerais" e "máquinas e outros aparelhos". Na totalidade do quarto trimestre, as categorias de produtos que mais cresceram foram produtos alimentares e bebidas (mais 10,1%), bens de consumo (5,7%) e máquinas e outros bens de capital (5,4%), enquanto os combustíveis e lubrificantes registaram uma redução de 1,3%.

 

No que diz respeito às importações, observou-se uma variação homóloga mensal de 1,3%, com as compras a países extra-comunitários a dispararem 23% graças aos combustíveis. Se excluirmos essa categoria de bens, as importações teriam diminuído em Dezembro 2,8% e as exportações crescido 6,3%. 

 

No balanço do ano, Portugal exportou 48,2 mil milhões de euros - mais 1,9% face a 2013 - e importou 58,8 mil milhões (3,2%), o que resulta num saldo negativo de 10,6 mil milhões de euros. 

Ver comentários
Saber mais exportações comércio internacional importações
Outras Notícias