Política Filipe, Temer e Schulz no funeral de Mário Soares

Filipe, Temer e Schulz no funeral de Mário Soares

O funeral de Mário Soares, que se realiza às 15:30, vai contar com a presença de vários chefes de Estado e de Governo, entre os quais o rei de Espanha, Filipe VI, e o presidente do Brasil, Michel Temer.
Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar
Miguel Baltazar - Fotografia e Bruno Simão - Fotografia
Bruno Simões 10 de janeiro de 2017 às 09:15
O funeral de Mário Soares, que se realiza esta tarde em Lisboa, vai contar com a presença do chefe de Estado de Espanha, Filipe VI, e do presidente do Brasil, Michel Temer. Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu, também estará presente, enquanto o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, vai fazer-se representar pelo comissário Carlos Moedas. O funeral contará ainda com a presença de vários governantes de países africanos de língua portuguesa.

O Presidente da República vai receber, em audiência, Martin Schulz, às 10:30, Michel Temer às 11:00 e Filipe VI às 11:30. Ao meio-dia, Marcelo Rebelo de Sousa receberá os restantes individualidades estrangeiras que vão marcar presença no funeral de Mário Soares, cuja urna estará em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos entre as 8:00 e as 11:00.

Marcarão ainda presença no funeral de Mário Soares o presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros  de Cuba, Marcelino Medina González, bem como o ministro das Relações Externas e da Cooperação de Espanha, Alfonso Dastis. Fernando da Piedade Dias dos Santos, presidente da Assembleia Nacional angolana, vai representar o país nas cerimónias fúnebres.

O ex-primeiro-ministro espanhol, Felipe González, também vai ao funeral de Mário Soares, bem como Lionel Jospin, que foi primeiro-ministro de França, e o ex-presidente do Brasil José Sarney.  O ex-presidente da Comissão Europeia Jacques Santer também estará presente.

A sessão evocativa de homenagem a Mário Soares começa às 13:00 no claustro do Mosteiro dos Jerónimos, e terá a duração de cerca de uma hora e meia, escreveu a Lusa. A cerimónia será preenchida por diversos momentos musicais, com o hino nacional a abrir e a terminar, e vai contar com a intervenção dos filhos, João e Isabel Soares. Será também transmitida uma intervenção áudio de Maria Barroso, a mulher de Mário Soares, falecida no ano passado.

Será depois transmitido o vídeo de cerca de 10 minutos em que António Costa – que estará ausente do funeral por estar em viagem à Índia – vai homenagear Mário Soares. Eduardo Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, também vai usar da palavra. A última intervenção na cerimónia nos Jerónimos caberá a Marcelo Rebelo de Sousa.

O cortejo fúnebre encaminha-se depois para o cemitério dos Prazeres, fazendo, pelo caminho, breves paragens em frente à Assembleia da República, à Fundação Mário Soares e à sede nacional do PS, no Largo do Rato. A urna de Mário Soares deverá chegar aos Prazeres às 15:30, hora em que começa o funeral com honras de Estado. Quando a bandeira que cobre a urna de Soares for recolhida, um navio da Armada estacionado no Tejo vai disparar uma salva de 21 tiros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI