Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fim do euro iria "prejudicar muitas pessoas"

O fim do euro seria uma tragédia? A esta questão o presidente do BPI Fernando Ulrich diz: "Parto do princípio que isso não vai acontecer. Estamos todos a trabalhar para que isso não aconteça, do presidente Cavaco Silva à chanceler Angela Merkel". A moeda única, diz, "beneficia muita gente, até a Alemanha"

  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
"A maioria da população portuguesa pode comprar casa e beneficia de taxas de juro baixíssimas graças ao euro", responde o presidente do BPI quando questionado na Hora H sobre se o fim do euro seria uma tragédia.

"A inflação é muito baixa. mas", relembra, "há 30 anos era muito alta, o que penalizava mais as classes mais baixas". Actualmente "temos a inflação da Alemanha".

O fim do euro, afirma Fernando Ulrich, iria "prejudicar muitas pessoas, as pessoas perdiam muito dinheiro".

E acrescenta: "Parto do princípio de que isso não vai acontecer. Estamos todos a trabalhar para que isso não aconteça, do presidente Cavaco Silva a Angela Merkel".

A moeda única europeia, em contrapartida, "beneficia muita gente, até a Alemanha". E exemplifica: "Comprámos submarinos à Alemanha, o saldo da balança de transacções correntes superavitário da Alemanha é resultante daquilo que importamos, desde submaroinos a automóveis".
Ver comentários
Saber mais Fernando Ulrich BPI euro
Outras Notícias