Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fisco apreende documentos numa empresa suspeita de lesar o Estado em 35 milhões

A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) fez uma rusga a um grupo que opera no sector da prestação de serviços, designadamente na área da higiene e limpeza ce apreendeu documentação. A empresa em causa terá lesado os cofres do Estado em 35 milhões de euros.

Negócios negocios@negocios.pt 15 de Outubro de 2009 às 17:56
A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) fez uma rusga a um grupo que opera no sector da prestação de serviços, designadamente na área da higiene e limpeza de edifícios e apreendeu documentação. A empresa em causa terá lesado os cofres do Estado em 35 milhões de euros.

A rusga foi efectuada hoje e culminou na apreensão de “um grande volume de documentação ligada à suspeita de prática de ilícitos fiscais e à Segurança Social” por parte de um grupo, que não é identificado no comunicado emitido esta tarde.

“O grupo de empresas em causa é estruturado numa engenharia societária complexa, que lhe permite, em face da prática de operações internas, obter vantagens ao nível da concorrência em relação aos demais operadores do referido sector de actividade, colocando em causa as regras de mercado”, acrescenta o comunicado.

A mesma fonte explica que a empresa tem tido práticas que “evidenciam a existência de uma acção fraudulenta forte que, em face dos elementos já conhecidos, demonstram que os cofres do Estado terão sido lesados em mais de 35 milhões de euros”.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio