Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fitch: Governo português já mostrou que consegue assegurar acesso aos mercados

A agência de "rating" considera que o ministério das Finanças tem seguido uma "estratégia coerente" para garantir as exigências de financiamento do país.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 23 de Dezembro de 2010 às 17:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Estas exigências, no valor de 17,4 mil milhões de euros, incluem os reembolsos de dívida de 4,5 mil milhões de euros, em Abril do próximo ano, e de 5 mil milhões de euros, em Junho.

A Fitch, que hoje baixou o "rating" da dívida portuguesa de AA- para A+, sublinha que o novo "rating" assume que Portugal vai continuar a ter acesso aos mercados e que não vai precisar de recorrer à ajuda externa.

No entanto, adianta a agência de notação financeira, o apoio fornecido pelos mecanismos financeiros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional "mitigam, em grande parte, os potenciais riscos de liquidez que podem ocorrer caso o país perca o acesso ao mercado".

Ainda assim, mesmo que os juros da dívida pública continuem nos níveis actuais, durante grande parte de 2011, "isso, por si só, não vai gerar uma dinâmica da dívida insustentável dada a maturidade e a duração da dívida pública". De acordo com a Fitch, a dívida pública portuguesa tem uma maturidade média de seis anos.

Ver comentários
Saber mais rating ministério das Finanças Fitch dívida
Mais lidas
Outras Notícias