Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fornecedores das empresas do Estado recebem com atraso de 20 dias

Os prazos médios de pagamento nas empresas estatais fecharam o ano a decrescer. O cenário traçado pelas Finanças piora se forem considerados os hospitais: só 11 dos 39 pagam abaixo do limite dos 90 dias.

Cátia Barbosa/Negócios
Negócios jng@negocios.pt 10 de Maio de 2016 às 10:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

No último trimestre do ano passado, os fornecedores das empresas públicas recebiam o pagamento pelos seus produtos e serviços com 20 dias de atraso, fechando assim a descer o prazo de pagamento que no início desse ano era de 51 dias.

 

Segundo os dados publicados pela Direcção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF), citados esta terça-feira, 10 de Maio, pelo Público, os 20 dias de demora no pagamento comparam com os 59 dias em igual período do ano anterior, havendo assim uma queda para praticamente um terço.

 

O destaque pela positiva vai para a Estradas de Portugal – surge nestas contas separada da Refer, com quem se fundiu – e para a Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC) com pagamento a sete e seis dias, respectivamente. Em sentido inverso, em termos homólogos o prazo médio aumentou noutras empresas, como na Transtejo, de 48 para 56 dias, e na Refer, de 28 para 50 dias.

 

Os dados relativos aos últimos três meses de 2015 mostram ainda que já não há empresas públicas a pagar a mais de 90 dias, que é o limite legal para o incumprimento. No entanto, de fora deste retrato ficam os chamados hospitais-empresa, que se forem considerados fazem subir o prazo médio de pagamento para 97 dias – abaixo, ainda assim, dos 159 no último trimestre de 2014.

 

Só 11 dos 39 estabelecimentos de Saúde analisados pagam abaixo de 90 dias. Os mais problemáticos são o Hospital Distrital de Santarém (523 dias), o Centro Hospitalar de Setúbal (424) e o Centro Hospitalar Lisboa Norte (388), enquanto o Magalhães Lemos e o IPO de Coimbra destacam-se pela positiva, respectivamente com demoras médias de "apenas" 24 e 32 dias.

Ver comentários
Saber mais Prazos de pagamento atrasos fornecedores Estado empresas estatais Finanças hospitais
Outras Notícias