Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

França diz PEC pode vir a ser revisto colectivamente

O ministro das Finanças francês, Francis Mer, disse hoje numa entrevista que o Pacto de Estabilidade de Crescimento pode vir a ser revisto colectivamente, no que diz respeito ao limite de 3% nos défices orçamentais.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 06 de Junho de 2002 às 15:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O ministro das Finanças francês, Francis Mer, disse hoje numa entrevista que o Pacto de Estabilidade de Crescimento pode vir a ser revisto colectivamente, no que diz respeito ao limite de 3% nos défices orçamentais.

Em entrevista à radio Europe1, Mer disse que «grande parte do PEC, no que diz respeito ao investimento, dívidas e despesa, pode ser sujeito a uma reconsideração conjunta».

No entanto o mesmo responsável salientou que a França vai tentar cumprir a meta inscrita no PEC, de atingir um equilíbrio orçamental, ou défice nulo, em 2004.

Mer admitiu que o défice orçamental da França este ano deverá ficar acima dos previstos 1,8 a 19% do Produto interno bruto (PIB).

Aquando das eleições presidenciais Jacques Chirac prometeu cortar os impostos em 30 mil milhões de euros, adiando para 2007 o equilíbrio das contas públicas.

A Comissão Europeia já alertou os diversos países da Zona Euro, entre os quais Portugal, que o PEC é para ser cumprido integralmente.

Ver comentários
Outras Notícias