Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Francisco Assis: "Não podemos entrar em clima de euforia"

Na primeira reacção ao acordo, o Partido Socialista saudou "o bom acordo" alcançado e destacou "ficaram derrotados os que traçaram cenários catastrofistas nos últimos dias acerca do acordo".

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 04 de Maio de 2011 às 13:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...
Apear do Governo em gestão ter conseguido um acordo que, na óptica de Francisco Assis, “suscitará uma apreciação globalmente positiva da sociedade portuguesa”, o líder parlamentar do PS sublinhou, em conferência de imprensa, que o País “não pode entrar num clima de euforia”, nem tão pouco “num clima depressivo”.

Para Francisco Assis, o Governo demonstrou competência e o valor da experiência “neste momento difícil” por ter “assegurado um entendimento que salvaguarda os interesses do País nas suas várias dimensões.”

“Agora é o momento para estabelecermos um entendimento nacional. Não significa que não expressemos as nossas divergências neste período eleitoral, mas independentemente delas é o momento de alertar para a necessidade de um consenso nacional.”

Questionado sobre se perante os resultados de negociação com a troika, e face às dificuldades anteriores no acesso ao financiamento, não dá razão a que se pedisse ajuda mais cedo, Assis considera que se o PECIV tivesse sido aprovado, “a prazo traria consequências positivas ao nível do financiamento”.

Ver comentários
Saber mais Francisco Assis
Outras Notícias