Economia Frank Gehry vai rever projecto do Parque Mayer

Frank Gehry vai rever projecto do Parque Mayer

A Câmara Municipal de Lisboa e o arquitecto canadiano Frank Gehry chegaram a acordo para a revisão do projecto inicial do Parque Mayer de forma a incluir o Teatro Capitólio, noticiam hoje o “Público” e o “Diário Económico”.
Negócios 11 de setembro de 2006 às 09:54

A Câmara Municipal de Lisboa e o arquitecto canadiano Frank Gehry chegaram a acordo para a revisão do projecto inicial do Parque Mayer de forma a incluir o Teatro Capitólio, noticiam hoje o "Público" e o "Diário Económico".

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Carmona Rodrigues, anunciou em entrevista ao "Diário Económico" que esta actualização do projecto inicial ("master plan") terá um custo acrescido de 120 mil euros e demorará "três a quatro meses a ser concretizada" com o início das obras de construção do futuro Teatro Capitólio a terem "início em 2009".

O arquitecto Frank Gehry vai trabalhar, segundo o DE, com um atelier português, o "Vão Arquitectos Associados, e com um gabinete de engenharia, AFA - Adão Fonseca e Associados, na revisão do projecto para o futuro Parque Mayer, que poderá demorar 10 anos a abrir portas.

O económico refere que no total são 50 mil metros quadrados de construção dos quais 18 a 19 mil serão destinados a equipamentos culturais (Teatro Capitólio, um teatro de revista, uma "black box" para formação de actores, as instalações do Hot Clube e residências para rotação de artistas).

O restante espaço de construção será distribuído por comércio, serviços e habitação, para além de 600 lugares de estacionamento subterrâneo.

O presidente da CML disse ao DE que a obra será suportada, na totalidade, pelo dinheiro do Casino de Lisboa e pela participação de privados nos espaços comerciais, habitação e serviços, sendo que a CML e a EPUL "não vão gastar um tostão com o projecto".

Carmona Rodrigues adiantou ainda ao DE que os valores anteriormente previstos para o projecto (cerca de 100 milhões de euros) "eram demasiado elevados" e será possível uma obra "igualmente emblemática com custos significativamente menores".

O autarca referiu ainda que não tem uma estimativa para os custos da recuperação do Parque Mayer.

Também o jornal Público refere na sua edição de hoje que o arquitecto Frank Gehry vai continuar com o projecto de remodelação do Parque Mayer, agora contemplando a permanência do Teatro Capitólio.




Marketing Automation certified by E-GOI