Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Frente Comum espera 500 sindicalistas em frente à residência de Sócrates

Dirigentes da Frente Comum concentram-se esta tarde junto à residência oficial do primeiro-ministro para contestar os cortes salariais e aprovar novas acções de protesto para a segunda quinzena de Janeiro

  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Dirigentes, delegados e activistas sindicais da Frente Comum aprovam hoje novas iniciativas de protesto, num plenário que será realizado ao início da tarde em frente à residência oficial do primeiro-ministro. Ana Avoila, coordenadora da estrutura sindical, espera reunir entre 500 a 700 pessoas.

"O objectivo é fazer o balanço da situação no local de trabalho e ver como é que os cortes nos descontos para a CGA, nos impostos, na redução de pessoal na função pública se está a reflectir nos locais de trabalho", afirmou, ao Negócios.

O plenário acontece na semana em que os funcionários públicos vão sentir os primeiros cortes salariais, de entre 3,5% a 10%, para salários brutos acima de 1.500 euros.

A Frente Comum deverá hoje aprovar uma nova semana de protesto para a segunda quinzena de Fevereiro. Os dirigentes vão analisar a pertinência de novas manifestações ou greves (nacionais ou sectoriais). As iniciativas concretas só ficarão definidas no início do próximo mês.



Ver comentários
Saber mais Frente Comum Protesto Função Pública Cortes Salarias
Outras Notícias