Economia Furacão Helene deve afectar todas as ilhas dos Açores

Furacão Helene deve afectar todas as ilhas dos Açores

O furacão Helene estava às 21:00 locais de quarta-feira (mais uma hora em Lisboa) a 2.050 quilómetros do arquipélago, onde deve chegar no sábado, sendo esperado que os efeitos se sintam em todas as ilhas, em especial no grupo ocidental.
Furacão Helene deve afectar todas as ilhas dos Açores
EPA/Lusa
Lusa 13 de setembro de 2018 às 00:50

"O furacão está a deslocar-se para norte a 20 quilómetros por hora, prevendo-se que diminua de intensidade durante a quinta-feira, passando a classificar-se como tempestade tropical. De acordo com a previsão, é provável que as ilhas do grupo ocidental [Flores e Corvo] comecem a sentir os efeitos desta tempestade, a partir da tarde de sábado", refere o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) em comunicado.

 

Segundo o comunicado, prevê-se, a partir da tarde de sábado, "vento muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, chuva forte e ondas do quadrante sul entre 6 a 8 metros de altura" nas Flores e no Corvo.

 

"Nas restantes ilhas do arquipélago também se prevê um agravamento do estado do tempo, devido à passagem da tempestade tropical, no entanto será de forma menos significativa", acrescenta o IPMA

 

Para as ilhas do grupo central - Faial, Pico, Terceira, Graciosa e São Jorge - está previsto vento forte do quadrante sul com rajadas até 80 quilómetros por hora e períodos de chuva forte, enquanto no grupo oriental - São Miguel e Santa Maria - é expectável vento do quadrante sul moderado a fresco com rajadas até 50 quilómetros por hora e períodos de chuva forte.




pub