Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

G7 confiante num crescimento económico mais equilibrado

Os sete principais países industrializados do mundo (G7) - Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá, Japão e Estados Unidos -concluíram, na reunião deste fim-de-semana, que "embora os riscos permaneçam, a economia mundial está a ter a mais forte expa

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 16 de Abril de 2007 às 07:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os sete principais países industrializados do mundo (G7) - Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá, Japão e Estados Unidos -concluíram, na reunião deste fim-de-semana, que "embora os riscos permaneçam, a economia mundial está a ter a mais forte expansão económica sustentada em mais de 30 anos e está a tornar-se mais equilibrada".

Ainda assim, não deixaram de revelar que é desejável fortalecer a procura doméstica para assegurar que o crescimento mundial permaneça robusto. E a forma de o conseguir será à custa da prossecução de reformas estruturais como a do mercado de trabalho e a sustentabilidade orçamental no longo-prazo.

O G7, grupo ao qual se juntaram também os responsáveis dos bancos centrais, considera que é "imperativa a conclusão, com sucesso, da Ronda de Doha". "Assumimos o compromisso de resistir ao sentimento proteccionista", afirma-se na declaração final, acrescentando-se que "reduzir substancialmente as tarifas e outras barreiras aduaneiras é essencial para impulsionar o crescimento económico e reduzir a pobreza."

Os sete reconhecem que o sucesso de Doha dependerá do esforço adicional de todas as partes envolvidas no processo.

Ver comentários
Outras Notícias