Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gaspar quer que regiões e autarquias apresentem o maior excedente da década

Depois de um ano negro na execução orçamental das regiões - devido aos desvios na Madeira - Vítor Gaspar quer por ordem nas contas e garantir que as regiões regressam a resultados orçamentais positivos, mesmo com reduções de transferências e no meio de uma forte recessão.

A expectativa é que, assim, o subsector das regiões autónomas e das autarquias apresente, em contabilidade nacional - a que conta para Bruxelas - um saldo positivo de 461 milhões de euros. Nunca tal aconteceu, pelo menos desde que existe moeda única. E não há margem para falhar: é que contando com esse excedente, as administrações públicas fecharão o ano com um défice de 7.557 mil milhões de euros. A meta estabelecida com a troika é de apenas 7.645 milhões de euros. Ou seja, a margem de erro é de somente 88 milhões de euros.


logo_empresas

Ver comentários
Saber mais Vítor Gaspar Madeira Açores Orçamento do Estado
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio