Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs diz FED só deve aumentar juros no segundo semestre de 2003

O banco de investimento Goldman Sachs alargou para o segundo semestre de 2003 o período em que prevê que a Reserva Federal norte-americana suba os juros, devido ao abrandamento do consumo e à quebra dos mercados accionistas.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 09 de Julho de 2002 às 16:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O banco de investimento Goldman Sachs alargou para o segundo semestre de 2003 o período em que prevê que a Reserva Federal norte-americana suba os juros, devido ao abrandamento do consumo e à quebra dos mercados accionistas.

Antes a Goldman Sachs estimava que a FED aumentasse os juros em Novembro, em 25 pontos base.

Para o banco de investimento, o abrandamento no consumo dos norte-americanos e a quebra nos mercados accionistas deverá neutralizar a intenção da instituição liderada por Alan Greenspan de aumentar os juros.

A FED baixou os juros o ano passado, para o valor mais baixo dos últimos 40 anos, nos 1,75%, de modo a ajudar a economia a sair da recessão.

A Goldman Sachs baixou a estimativa de crescimento da economia americana no primeiro e segundo trimestres de 2003 para 2,8% e 3%, respectivamente.

«As pessoas estão um pouco optimistas de mais acerca das perspectivas de recuperação da economia nos EUA», disse o economista-chefe da Goldman Sachs, acrescentando que «vai ainda demorar um tempo para os mercados accionistas recuperarem».

Apesar da previsão da Goldman Sachs, a maioria dos economistas nos EUA acreditam que a FED vai mexer no custo do dinheiro ainda este ano.

Outras Notícias