Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo impõe tecto máximo aos preços praticados na ADSE

O Governo pretende criar um tecto para os valores que estão a ser negociados com o sector privados de saúde há mais de quatro meses, segundo o jornal Público.

Negócios jng@negocios.pt 20 de Abril de 2018 às 09:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O Governo quer intervir de forma mais activa na gestão do sistema de saúde dos funcionários públicos (ADSE). Desta forma, pretende impor limites máximos aos preços pagos aos hospitais privados pelos medicamentos, próteses e cirurgias.

Conforme avança o jornal Público esta sexta-feira, 20 de Abril, esta proposta consta de uma versão preliminar do decreto-lei de execução orçamental, num momento em que o conselho directivo da ADSE e os hospitais privados estão a negociar há mais de quatro meses uma tabela de preços.

Se esta medida vier a ser aprovada, o Governo vai criar um tecto para os valores que estão a ser negociados com os privados e também vai retirar poderes ao conselho directivo da ADSE, ao chamar para si a responsabilidade de controlar as despesas da ADSE, destaca o Público.

Esta proposta procura controlar a despesa da ADSE e corrigir facturação excessiva. A alteração relacionada com as despesas prevê que o preço dos medicamentos e das próteses, assim como o preço global por procedimento cirúrgico nas unidades que têm convenção com o sistema fiquem sujeitos a limites máximos, aponta o Público.




Ver comentários
Saber mais Governo ADSE saúde privados hospitais
Mais lidas
Outras Notícias