Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo põe de parte 360 milhões para gastos inexplicados com salários

Dotação provisional do próximo ano inclui uma verba para ser usada com remunerações certas e permanentes da Função Pública. Nunca tal aconteceu e vários especialistas admitem que vise financiar rescisões e mobilidade especial.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 26 de Outubro de 2011 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
A proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano tem pelo menos uma particularidade nunca vista: uma verba destinada a salários da Função Pública que está posta de parte e classificada como despesa excepcional. E o montante não é pequeno: são 360 milhões de euros. Questionado há vários dias, o Ministério das Finanças disse ontem não conseguir explicar a razão desta verba até ao fecho da edição. Vários especialistas ouvidos pelo Negócios estranham a opção e admitem que possa servir para financiar rescisões e colocar funcionários em mobilidade.


logo_empresas

Ver comentários
Saber mais Orçamento do Estado salários Função Públicas
Outras Notícias