Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo antecipa quebra de 0,8% no PIB em 2009

O Governo aprovou hoje o Orçamento Suplementar para 2009, que contempla novas previsões para a economia portuguesa. O Executivo estima agora uma contracção da economia de 0,8% este ano. Recuperará em 2010 e crescerá mais de 1% em 2011.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 16 de Janeiro de 2009 às 19:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O Governo aprovou hoje o Orçamento Suplementar para 2009, que contempla novas previsões para a economia portuguesa. O Executivo estima agora uma contracção da economia de 0,8% este ano. Recuperará em 2010 e crescerá mais de 1% em 2011.

Segundo os números hoje divulgados pelo ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, as novas previsões do Governo estão alinhadas com as recentes efectuadas pelo Banco de Portugal, que também apontavam para uma quebra de 0,8% no PIB deste ano.

Para 2010 o Governo estima que a economia portuguesa volte a crescer, com o PIB a aumentar 0,5% em 2010 e um aumento de 1,3% em 2011.

No OE 2009 o Governo antecipava um aumento de 0,6% no PIB.

Quanto à inflação o Governo estima agora um valor de 1,2% em 2009 e 2,2% em 2010 e 2011. No OE 2009 o Executivo apontava para uma inflação de 2,5%.

Teixeira dos Santos explicou que esta actualização no cenário macro-económico do Governo reflectem as novas expectativas decorrentes da crise económica.

O ministro disse mesmo que “estas previsões valem o que valem”, pois “não podemos ignorar a grande incerteza” do momento actual.

“É uma actualização que decorre do enquadramento mais desfavorável para a economia portuguesa”, e que reflecte também as medidas do programa anti-crise aprovadas pelo Governo.

O ministro adiantou que se nada fosse feito, os números seriam “muito piores”.

"A incereteza rodeia-nos" e "temos que conviver com ela".

Ver comentários
Outras Notícias