Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo “congratula-se pelo sucesso” das operações de apuramento dos resultados das eleições

Resultados finais de Caminha, os últimos a serem conhecidos, foram publicados mais de 24 horas depois de terem fechado as urnas neste concelho.

Pedro Elias
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 30 de Setembro de 2013 às 20:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A Direcção-Geral de Administração Interna, do Ministério da Administração Interna, considera que a operação de apuramento dos resultados provisórios das eleições autárquicas foi um “sucesso”, apesar dos atrasos na comunicação dos números de muitos concelhos.

 

“A DGAI congratula-se pelo sucesso desta operação de recolha de dados provisórios”, refere um comunicado do Governo, destacando que esta contagem foi “ feita pela primeira vez directamente junto das autarquias locais”.

 

Só pelas 19h50 desta segunda-feira foram encerrados os trabalhos de apuramento dos resultados, coma divulgação dos resultados de Caminha, um concelho ganho pelo PS, que assim elevou para 150 as câmaras ganhas pelo PS (contando com o Funchal, em coligação com outros partidos).

 

Os trabalhos de recolha dos dados foram suspensos por várias vezes, o que o DGAI/MAI diz ser “habitual” e “expectável”, “atenta a complexidade e extensão do apuramento de 3 eleições distintas (assembleia de freguesia, assembleia municipal e câmara municipal) em mais de 4.200 freguesias”.

 

O director-geral de Administração Interna, Jorge Miguéis, tinha dito esta manhã ao Negócios que o atraso na divulgação dos resultados eleitorais em 71 freguesias era “perfeitamente normal”.

  

“Em eleições autárquicas, sempre houve atrasos e sempre houve freguesias que comunicaram os resultados no dia seguinte”, sublinhou o responsável deste organismo do Ministério da Administração Interna em respostas a questões enviadas pelo Negócios por e-mail. Miguéis acrescentou exemplos de outros actos eleitorais em que se verificaram estes atrasos, sublinhando as 121 freguesias que também só revelaram os números no dia seguinte, em 1993. Em 1997, foram 37, outras 74 em 2001 e 70 em 2005, segundo dados avançados pelo responsável.

 

O dirigente socialista Miguel Laranjeiro exigiu  ao Governo explicações sobre o motivo de atrasos na divulgação dos resultados das eleições autárquicas, considerando inaceitável que ao fim de 24 horas não haja ainda resultados definitivos. "Passaram já 24 horas e é inaceitável e incompreensível que o processo eleitoral ainda não esteja terminado, tendo em conta o investimento que o país fez e os meios tecnológicos existentes", referiu Miguel Laranjeiro, antes de ter sido comunicado o fecho da contagem.

Ver comentários
Saber mais eleições autárquicas DGAI
Outras Notícias