Economia Governo diz que Estádio do Braga é o único em atraso para Euro 2004 (act)

Governo diz que Estádio do Braga é o único em atraso para Euro 2004 (act)

As obras do estádio do Braga estão atrasadas, o que coloca a data de conclusão do estádio para além da prevista pela UEFA, disse hoje o ministro da Presidência, Nuno Morais Sarmento, no final do Conselho de Ministros.
Marta Moitinho Oliveira 16 de julho de 2003 às 16:05
As obras do estádio do Braga estão atrasadas, o que coloca a data de conclusão do estádio para além da prevista pela UEFA, disse hoje o ministro da Presidência, Nuno Morais Sarmento, no final do Conselho de Ministros.

De acordo com o balanço, que reporta a Junho, este é o único estádio onde existe actualmente um atraso nas obras. Além disso, o ministro adiantou que o estádio do Bessa deverá ter menos lugares em relação ao número inicialmente previsto, o que reduz a comparticipação do Estado para este estádio.

É que, como explicou o ministro, ficou acordado que as comparticipações do Estado dependem do número de lugares efectivamente criados. Apesar disso, o ministro não conseguiu dizer quanto será a poupança previsível, caso se verifique uma redução do número de lugares.

O ministro disse também que, até Junho, as empreitadas adjudicadas ascendem a 591 milhões de euros, sendo que os trabalhos realizados atingiram 407 milhões de euros. As comparticipações do Estado atingiram 39 milhões de euros.

O Conselho de Ministros aprovou, entre outros diplomas, o regulamento emolumentar dos registos e notariado e um decreto-lei que revê a classificação das actividades económicas, de forma a actualizá-la às novas actividades que existem na economia.




Marketing Automation certified by E-GOI