Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo está a fazer tudo para encontrar uma solução para a Qimonda

"Estamos em articulação com a chanceler alemã e com o ministro presidente da Saxónia, no sentido de encontrar uma solução", afirmou José Sócrates, que falava aos jornalistas no final da inauguração da Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital de Famalicão.

Negócios com Lusa 27 de Março de 2009 às 16:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O primeiro-ministro garantiu hoje em Famalicão que o Governo "tem feito tudo o que está ao seu alcance" para encontrar uma solução que permita manter em funcionamento a fábrica da Qimonda, em Vila do Conde.

"Estamos em articulação com a chanceler alemã e com o ministro presidente da Saxónia, no sentido de encontrar uma solução", afirmou José Sócrates, que falava aos jornalistas no final da inauguração da Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital de Famalicão.

O primeiro-ministro admitiu que "a situação é difícil" mas, frisou: "Não atiro a toalha ao chão".

Reafirmando a disponibilidade do Governo para continuar a tentar encontrar uma solução para manter a empresa a laborar, por ser "importante para Portugal mas também para a Europa", o chefe do Governo alertou para o facto de este ser "um processo que decorre com liderança alemã".

"É uma fábrica alemã, com um investimento alemão, as principais decisões tem de ser alemãs", frisou.

Sócrates deixou uma ainda uma palavra de "compreensão e solidariedade" com os trabalhadores afirmando conhecer a "angústia que a situação representa".

"Não desistimos e não desistiremos até que seja impossível", afirmou.

Questionado pelos jornalistas sobre as eventuais indemnizações a pagar aos trabalhadores, o primeiro-ministro disse: "Penso em manter os postos de trabalho, ainda é cedo para pensar em indemnizações".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias