Economia Governo português é o mais optimista da Europa

Governo português é o mais optimista da Europa

O Governo de José Sócrates é o mais optimista entre todos os da Zona Euro, a julgar pelas previsões (para o período 2006/09) inscritas nos Programas de Estabilidade e Crescimento (PEC), entregues este mês em Bruxelas.
Rui Peres Jorge 22 de dezembro de 2006 às 07:00

O Governo de José Sócrates é o mais optimista entre todos os da Zona Euro, a julgar pelas previsões (para o período 2006/09) inscritas nos Programas de Estabilidade e Crescimento (PEC), entregues este mês em Bruxelas.

Segundo as previsões dos 13 executivos com moeda única (a Eslovénia, que entra no euro em Janeiro, apresentou o seu primeiro PEC), Portugal registará nos próximos três anos, a segunda maior correcção orçamental da Zona Euro (a duas décimas da Itália) e, em simultâneo, o maior arranque no crescimento: de uma taxa anual de 1,4% em 2006 para 3% em 2009. Até ontem, só Espanha e Áustria não tinham actualizado os seus PEC para o horizonte 2007-10.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI