Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo propõe Grã-Cruz da Ordem de Cristo para Vieira de Mello

O Conselho de Ministros irá propor ao Presidente da República, Jorge Sampaio, a «concessão a título póstumo da Grã-Cruz da Ordem de Cristo» a Sérgio Vieira de Mello, vítima do atentado na sede da ONU em Bagdad.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 21 de Agosto de 2003 às 15:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Conselho de Ministros irá propor ao Presidente da República, Jorge Sampaio, a «concessão a título póstumo da Grã-Cruz da Ordem de Cristo» ao enviado especial da Organização das Nações Unidas no Iraque, Sérgio Vieira de Mello, vítima do atentado na sede da ONU em Bagdad.

O ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Morais Sarmento, enalteceu o trabalho de Vieira de Mello referindo que «não era uma pessoa indiferente a Portugal e um grande amigo».

O ataque à sede da ONU, na passada quinta-feira, foi considerado pelo governante um acto «bárbaro e ignóbil», sendo alvo de «repulsa por toda a comunidade.

Morais Sarmento sublinhou a participação do diplomata no processo de independência de Timor, onde Sérgio Vieira de Mello foi representante especial do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, e administrador transitório da Organização (UNTAET) entre Outubro de 1999 e Maio de 2002.

A explosão que causou a destruição parcial do Hotel Canal, onde estava sedeada a delegação da ONU no Iraque, registou-se às 16h40 locais, 13h40 em Lisboa, quando o veículo armadilhado parou em frente do edifício e a carga explosiva foi accionada.

Mais lidas
Outras Notícias