Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo recusa benefícios fiscais a famílias endividadas

Teixeira dos Santos, ministro das Finanças, recusou ontem a possibilidade de auxiliar famílias endividadas através de benefícios fiscais. A proposta surgira pelo deputado Diogo Feio do CDS PP que, na Comissão de Orçamento e Finanças que reuniu para discut

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 19 de Setembro de 2007 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Teixeira dos Santos, ministro das Finanças, recusou ontem a possibilidade de auxiliar famílias endividadas através de benefícios fiscais. A proposta surgira pelo deputado Diogo Feio do CDS PP que, na Comissão de Orçamento e Finanças que reuniu para discutir com o ministro as conclusões do Ecofin do fim-de-semana, questionou Teixeira dos Santos sobre se pondera alterar o limite de 574 euros nas deduções à colecta de juros provenientes de créditos à habitação.

O responsável pelas Finanças limitou-se a responder que a proposta do CDS-PP visa "pedir a uns contribuintes que paguem os juros dos que se endividaram". Já fora da sala parlamentar, Teixeira dos Santos foi mais contundente a explicar a sua oposição, dizendo que discorda que se possam resolver problemas através de benefícios fiscais, acrescentando não lhe parecer correcto pedir a "uns que cubram o risco das opções dos outros".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias