Ambiente Governo vai procurar soluções regionais para as águas residuais

Governo vai procurar soluções regionais para as águas residuais

O secretário de Estado do Ambiente afirmou que o Governo vai avançar com estudos em conjunto com os municípios para a encontrar soluções regionais sustentáveis para as águas residuais, num processo que deverá trazer "valor acrescentado".
Governo vai procurar soluções regionais para as águas residuais
Cofina Media
Lusa 03 de maio de 2016 às 00:26

"Estamos a reavaliar todas as agregações que tinham um processo contencioso com os municípios. Neste momento existem quatro situações, eventualmente poderá haver uma quinta, que já identificámos como áreas em que vamos fazer estudos, em colaboração com os municípios, para avaliar a sustentabilidade de soluções regionais", disse Carlos Martins na segunda-feira, 2 de Maio, à margem da assinatura de um protocolo no Barreiro.

 

O secretário de Estado explicou que espera que todo o processo traga valor acrescentado, recusando a ideia de que seja apenas uma questão de "regressar ao passado".

 

"As soluções podem configurar ou não o que era o passado, mas queremos que tragam algum valor acrescentado e tarifas mais baixas. Esse trabalho e esse desafio foi lançado de uma empresa de saneamento na Península de Setúbal. Não é regressar ao passado, queremos que no final do processo exista um valor acrescentado", afirmou.

 

Carlos Martins disse que a discussão já começou e nos meses de Maio e Junho se vai intensificar, explicando que um aumento dos caudais tratados pode resultar numa redução da tarifa.

 

"Vamos fazer um trabalho com os municípios e depois veremos melhor como vai funcionar. É uma solução mais do agrado dos municípios na área das águas residuais e acredito que vamos encontrar uma solução duradoura, equilibrada e sustentável", concluiu.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI