Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo venezuelano pedirá ao STJ para levantar imunidade de presidente do parlamento

O Governo venezuelano vai pedir ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que levante a imunidade do presidente da Assembleia Nacional (parlamento), o opositor Henry Ramos Allup, por este ter alegadamente incorrido em "delitos puníveis", relacionados com a "misoginia".

Reuters
Lusa 30 de Setembro de 2016 às 00:22
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O anúncio foi feito pela ministra venezuelana Gladys Requena, responsável pelo Ministério do Poder Popular para a Mulher e Igualdade de Género.

 

"Estamos na disposição de levar este assunto até às últimas consequências, para ver Henry Ramos Allup despojado, por decisão do STJ, da sua imunidade parlamentar", disse ao canal estatal Venezuelana de Televisão (VTV).

 

A ministra explicou que a "defensora" (espécie de procuradora) dos direitos da mulher, está em coordenação com o Ministério Público para que o presidente do parlamento "responda pelos delitos que está a cometer".

 

Em causa estão declarações de Henry Ramos Allup sobre as três reitoras do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena, Sandra Oblitas e Socorro Elizabeth Hernández Hernández, a presidente do STJ, Gladys María Gutiérrez Alvarado, e a procuradora-geral, Luísa Ortega Diaz, que chama de "comadres" e que acusa de cumprirem ordens do presidente da República, Nicolás Maduro (na foto), para atrasar a realização de um referendo revogatório presidencial.

 

Henry Ramos já reagiu ao anúncio, afirmando: "não nos silenciarão, continuaremos a denunciar este Governo corrupto".

Ver comentários
Saber mais Gladys Requena Henry Ramos Allup Ministério Público Conselho Nacional Eleitoral Tibisay Lucena Sandra Oblitas e Socorro Elizabeth Hernández Hernández Gladys María Gutiérrez Alvarado Luísa Ortega Diaz política Nicolás Maduro Venezuela
Outras Notícias