Mundo Guerra comercial não impede excedente comercial recorde da China com os EUA

Guerra comercial não impede excedente comercial recorde da China com os EUA

O excedente comercial da China com os Estados Unidos atingiu em Junho os 24.914 milhões de euros, um valor recorde, apesar da escalada na guerra comercial entre Pequim e Washington.
Guerra comercial não impede excedente comercial recorde da China com os EUA
Reuters
Pedro Curvelo 13 de julho de 2018 às 10:33

A China registou um excedente comercial de 24.914 milhões de euros em Junho face aos EUA, o valor mais alto de sempre, apesar das crescentes tensões comerciais entre as duas potências, informou esta sexta-feira a Administração das Alfândegas da China.

No mês passado, as exportações chinesas com destino aos EUA ascenderam a um máximo histórico de 36.642 milhões de euros, enquanto as importações cifraram-se em 11.737 milhões de euros.

No primeiro semestre do ano, o excedente comercial chinês face aos EUA cresceu 13,8% em termos homólogos, situando-se em 115.030 milhões de euros.

Entre Janeiro e Junho, as vendas da China aos Estados Unidos totalizaram 187.231 milhões de euros, uma subida de 13,6% face ao primeiro semestre de 2017. As importações cresceram 11,8%, atingindo os 72.237 milhões de euros.

Em termos globais, as exportações chinesas em Junho subiram 11,3%, para os 186.306 milhões de euros, tendo as importações acelerado 14,1%, para os 150.552 milhões de euros. Desta forma, o excedente comercial chinês fixou-se em 35.770 milhões de euros, o valor mais elevado desde Dezembro de 2017.

No primeiro semestre, as exportações totais da China atingiram um bilião de euros, mais 12,8% do que um ano antes, tendo as importações crescido 19,9%, para os 885.445 milhões de euros. Estes números colocam o excedente da balança comercial chinesa em 120.096 milhões de euros.




pub