Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Guindos pede às empresas do IBEX-35 que baixem salários dos dirigentes

O ministro da economia espanhol, Luis de Guindos apelou às grandes empresas cotadas no IBEX que reajustem as remunerações dos dirigentes, tendo em conta a situação económica do país.

Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 16 de Julho de 2012 às 17:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Guindos, presente numa conferência na IESE Business School em Barcelona, afirmou que “partilhar o esforço e remarem todos na mesma direcção são valores especialmente importantes” para que Espanha possa sair da crise. Por isso pede “às empresas do IBEX 35 para terem consciência da situação”, de acordo com a Bloomberg.

Isto acontece depois de ser divulgado que as remunerações dos administradores do IBEX35 subiram em 2011, apesar dos resultados apresentados, que corresponderam a menos lucros do que em 2010.

Os membros dos conselhos de administração, das 35 empresas cotadas no principal índice de bolsa de Espanha, receberam em média 522 mil euros em 2011, mais 4,4% do que no ano anterior, segundo o relatório da Comissão Nacional de Mercado de Valores (CNMV).

As medidas de austeridade para os espanhóis incluem uma redução no subsídio de desemprego, que afecta já 25% da população, um corte no subsídio de Natal já este ano aos funcionários públicos e uma subida do IVA, entre outras.
Ver comentários
Saber mais Espanha salários Luis de Guindos IBEX
Mais lidas
Outras Notícias