Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Habitação perdeu peso na riqueza das famílias

Riqueza das famílias atingiu o pico em 2007, diminuindo nos anos seguintes devido à crise financeira internacional, assinala estudo sobre a poupança.

André Veríssimo averissimo@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 13:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
“A soma da riqueza em habitação e da riqueza financeira das famílias aumentou de forma contínua desde o início dos anos 1980 até ao final dos anos 1990, tendo passado de cerca de 400% para mais de 550% do rendimento disponível”, pode ler-se no estudo “A Poupança em Portugal”. Nos anos seguintes diminuiu ligeiramente devido à crise.

O trabalho elaborado pelo Núcleo de Investigação Políticas Económicas da Universidade do Minho mostra que mais de metade da riqueza das famílias portuguesas continua a estar concentrada na habitação. Mas chegou a representar mais de 70% no início da década de 80. No final de 2008, a habitação correspondia a 290% do rendimento disponível.

À perda de peso da habitação correspondeu um aumento da representatividade das acções, sobretudo a partir da década de 90 e na sequência dos processos de privatização. Também o peso dos fundos de investimento e seguros de vida aumentou.

A aposta nos depósitos aumentou nos últimos anos, no contexto das necessidades de liquidez da banca. O estudo, que foi hoje apresentado numa conferência sobre poupança organizada pela Associação Portuguesa de Seguradores, nota um “salto no peso dos depósitos a mais de dois anos em 2009, que se manteve em 2010”.

Ver comentários
Saber mais Habitação riqueza famílias
Mais lidas
Outras Notícias