Economia Homem mais rico da Europa ganhou mais 39 mil milhões de dólares este ano

Homem mais rico da Europa ganhou mais 39 mil milhões de dólares este ano

O dono do grupo LVMH, que detém lojas de bens luxuosos como a Louis Vitton, acrescentou mais 39 mil milhões de dólares à sua fortuna, devido à boa prestação dos negócios.
Negócios 16 de dezembro de 2019 às 15:07
O homem mais rico da Europa, Bernard Arnault, viu a sua fortuna expandir mais 39 mil milhões de dólares em 2019, em parte, graças ao bom desempenho do grupo LVMH. 

Grande parte da fortuna de Bernard Arnault vem da participação de 97,4% na Christian Dior, que controla 41% do grupo LVMH. Para além disso, o multi milionário tem ainda uma participação de 8,6% na Hermes e 1,9% no Carrefour, de acordo com a Bloomberg. 

A LVMH, que detém marcas e luxo como a Louis Vuitton e a Don Perignon, ganhou 82 mil milhões de dólares em valor de mercado, o maior ganho entre todas as ações europeias. Este ano as suas ações valorizaram 58,75%. 
No final de novembro, a LVMH – com marcas como a Givenchy, Fendi, Christian Dior, Bulgari, Hublot e Dom Pérignon - fez uma proposta para comprar a Tiffany de 130 dólares por ação, o que ascende a um valor total de 16,5 mil milhões de euros. 

Este foi um ano muito positivo para o setor do retalho de luxo, com destaque para a Louis Vuitton, mas também para a Kering, que valorizou 37% até agora, indo contra as previsões iniciais, que davam conta de um abrandamento neste setor devido à queda na procura chinesa. 

No entanto, os analistas da Bloomberg dizem que este efeito do abrandamento na procura poderá fazer-se sentir apenas no próximo ano.

Mesmo com a turbulência em Hong Kong, os protestos em França e a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, a procura continuou a aumentar.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI