Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Imobiliário português regista recorde de vistos “gold" em Março

Os profissionais do sector mostram-se satisfeitos com a “normalização” do processo de atribuição de vistos “gold”, que teve em Março o maior número de concessões de sempre. E realçam que “continua a existir muito interesse" de cidadãos chineses.

Correio da Manhã
Rui Neves ruineves@negocios.pt 18 de Abril de 2016 às 13:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

No passado mês de Março, o programa de atribuição de vistos "gold" atingiu o máximo mensal de concessões desde a sua criação, em finais de 2012: foram atribuídas 168 autorizações de residência para investimento (ARI), registando-se já nos primeiros três meses deste ano cerca de metade do total de vistos concedidos ao longo de todo o ano de 2015.

De acordo com os números da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), até 31 de Março tinham sido atribuídos 3.165 vistos "gold", 2.991 dos quais por via do requisito da aquisição de bens imóveis.

A divulgação destes dados coincide com a presença do presidente da APEMIP, Luís Lima, numa missão empresarial a Pequim, onde reuniu com o embaixador de Portugal na China, Jorge Torres Pereira, "que transmitiu também confiança e optimismo sobre a evolução do programa ARI".

Para Luís Lima, estes números confirmam o sinal de retoma que se verificou no passado mês de Fevereiro: "O número de vistos aumentou desde o mês passado, o que confirma que o processo de atribuição normalizou. Vamos agora continuar a monitorizar estes números e perceber qual o impacto que terá junto dos investidores internacionais", acrescentou o representante das imobiliárias portuguesas, em comunicado.

Na missão empresarial que decorreu em Pequim, Lima disse ter verificado que "continua a existir muito interesse por parte de cidadãos chineses", mas, ressalvou, "é necessário manter este programa de modo transparente, para que não haja uma quebra de confiança que pode ser decisiva".

Em termos de investimento total, o programa de atribuição de vistos "gold" já trouxeram para Portugal cerca de 1,9 mil milhões de euros, sendo que a aquisição de bens imóveis supera já os 1,7 mil milhões de euros.

Os chineses mantêm-se no topo da lista dos cidadãos que mais investem neste programa, com um total de 2.475 vistos concedidos, seguindo-se o Brasil com 140, a Rússia com 108, a África do Sul com 82 e o Líbano com 48.

Ver comentários
Saber mais vistos gold autorizações de residência ARI APEMIP investimento estrangeiro
Mais lidas
Outras Notícias